SECRETARIA DE SAÚDE DIVULGA NOTA DE ESCLARECIMENTO

A Secretaria de Saúde de Belmonte informa que, em evidência as informações divulgadas nas redes sociais, referenciando quanto ao atendimento a Sr.ª Sileide Almeida dos Anjos (65 anos), quando no dia 19 de abril de 2021, deu entrada no Hospital Dr. José da Costa Pinto Dantas, com sintomas de dores na coluna lombar e sacral com irradiação para membros inferiores, com relatos de familiares, causada por empurrão.  Todos os procedimentos para avaliação clinica foi concluída pela equipe de plantão.

Nos relatos em registro e protocolos no Sistema de Regulação e Ficha do Paciente, pode-se observar que:

Foi tentado transferência para avaliação especializada via sistema de Regulação de Vagas (SUREM), porém sem sucesso até o dia 25/04/2021.

Nova internação e entrada no sistema de regulação no dia 26/04/2021 com o mesmo quadro. No dia 05/05/2021 foi realizado TC de coluna lombar que evidenciou um desvio escoliótico a esquerda, alterações degenerativas da coluna lombar, e protusão discal foraminal em L3-L4 e de base larga em L4-L5 e L5-S1. Necessitando de uma avaliação com especialista. Todo o exame foi informado ao sistema de regulação de vagas.

Houve piora no quadro, com queixa de dor e distensão abdominal, bem como dificuldade de evacuar. Feito ultrassonografia em 11/05/2021, que evidenciou uma massa uterina de ecogenicidade heterogênea e hidronefrose em rim direito com dilatação de ureter. Necessitando de uma avaliação com cirurgião geral. Com a mudança e o agravamento do quadro clínico foi solicitado via regulação do SAMU, utilizando-se o critério de vaga zero, a transferência para o hospital Deputado Luís Eduardo Magalhães (HDLEM) em Porto Seguro. A “vaga zero” se caracteriza pela inviabilidade da espera pela vaga diante do risco à vida do paciente. Apesar da resistência de um familiar quanto à transferência da referida paciente, houve concordância por parte de outro familiar, então a equipe do SAMU de Belmonte, com a autorização da Central de Regulação de Urgências, transferiu a paciente no dia 11/05/2021. Ao chegar ao hospital de destino, a equipe do SAMU se depara com a resistência do cirurgião de plantão no HDLEM, alegando superlotação. Foi necessário que a equipe do SAMU de Belmonte acionasse a polícia para o recebimento da paciente no hospital de referência.

Reiteramos o compromisso, respeito e obrigação com a comunidade belmontense. A Saúde é composta por profissionais que a todo momento estão à disposição da comunidade belmontense para oferecer um serviço de qualidade, com competência e profissionalismo.

Compreendemos a dor e desespero dos familiares, porém, reforçamos aqui a existência da comunicação direta entre o Poder Executivo e a comunidade, diante de situações como essa. Denegrir a conduta de terceiros nunca será a melhor solução na busca de resolução às adversidades.

Lembramos o fácil acesso da população para com os lideres que compõem o Governo Municipal na gestão de Bebeto Gama, assim como a disponibilidade dos mesmos em atender a todos.

Belmonte/BA, 13 de maio de 2021